• Marcia Morais

Indicadores do varejo: conheças algumas métricas importantes para sua loja

Os indicadores do varejo nada mais são do que dados que fornecem insights importantes sobre o desempenho do negócio. Considerando um período específico, é possível identificar a necessidade de melhorias, ou simplesmente visualizar os resultados alcançados até então.

Sendo assim, esses cálculos são os melhores amigos de uma gestão. Quem quer empreender, precisa entender que eles vão estar sempre ao seu lado, oferecendo o suporte necessário para tomar as decisões relacionadas ao negócio.

Mas quais são os indicadores do varejo, afinal? Existem vários e você precisa definir aqueles que fazem mais sentido para sua loja.

Como alguns são considerados indispensáveis, uma ótima forma de começar é conhecendo a função de cada um deles e entendendo um pouco mais sobre como eles são calculados.

Se você quer saber isso, continue lendo e confira essa lista super importante!

1. Giro de estoque

O giro de estoque é o número de vezes que determinado produto foi esgotado na sua loja e você precisou fazer uma reposição. Esse é um dos indicadores do varejo mais importantes, pois o controle de estoque precisa ser muito assertivo.

Afinal, mercadoria parada por muito tempo é dinheiro que você está perdendo. Assim como um produto que tem muita procura mas vive fora de estoque, que também não é nada lucrativo, concorda?

Para encontrar o giro de estoque anual, por exemplo, basta dividir o total de vendas ao ano pela quantidade média de estoque daquele produto.

Esse cálculo também pode ser feito considerando o valor e não o produto em si, especialmente se você quer trabalhar com uma amostra por fornecedor e não por peças, por exemplo. Basta dividir o valor total das vendas em determinado período pelo estoque médio a preço de compra.

2. Ticket médio

Aqui você avalia quanto os clientes estão gastando com cada compra em sua loja. As peças mais caras estão tendo mais saída, ainda que em menor quantidade, ou o volume de compras está maior para roupas com preços mais baixos?

Além de dizer muito sobre o perfil financeiro do público da sua loja, essa métrica ajuda a identificar quando há a necessidade de adotar alguma estratégia de vendas. Um número baixo como resultado desse cálculo é sinal de que as coisas não estão indo bem.

Para encontrá-lo, basta dividir a receita total pelo número de vendas em determinado período.

3. Taxa de recompra

Se tem uma coisa importante para quem trabalha com varejo é a fidelização de clientes. Quantas pessoas que já compraram no seu estabelecimento voltam a fazer negócio com você?

Esse é um dos indicadores do varejo que você mais vai utilizar, pois responde justamente a essa pergunta. O seu objetivo com esse cálculo é encontrar um número alto, que aponte que você tem clientes que compram com frequência.

Mesmo que você não trabalhe com crediário, um sistema de gestão pode te ajudar a fazer esse controle e gerar relatórios sobre o período desejado. O valor dessa métrica você encontra na relação entre a quantidade total de compradores e a quantidade de recompras.

4. Faturamento total

O faturamento total é o quanto a loja conseguiu vender naquele período, valor este que serve para ser comparado com a meta estabelecida previamente.

Assim, é possível compreender o poder de evolução do negócio, identificando problemas no planejamento ou na performance das vendedoras, por exemplo.

5. Retorno sobre o investimento (ROI)

O ROI é um dos indicadores do varejo que revela, em linhas gerais, se o dinheiro investido está valendo a pena. Do valor que você investiu, quanto você recebeu de volta? Em quanto tempo você poderá recuperar o que investiu inicialmente para começar sua loja?

Como você pode ver, é um dado muito importante. A metodologia de cálculo depende muito do objetivo, pois você pode aplicá-lo tanto ao giro do estoque, como ao desempenho do time de vendedoras ou a um investimento específico na estrutura da loja, por exemplo.

Pensando no investimento total do empreendimento, segundo o Sebrae o cálculo se dá pelo ganho obtido subtraído pelo investimento inicial, dividindo-se o resultado pelo investimento inicial novamente.

6. Satisfação de clientes

Por último, mas não menos importante, não podemos deixar de lado a satisfação dos clientes. É fundamental que você esteja sempre acompanhando se o atendimento está sendo de qualidade e se a estratégia de vendas adotada está surtindo efeito.

Para um número baixo podem haver diversas explicações, seja insatisfação com o preço das peças, com a qualidade das roupas, com o tratamento por parte das vendedoras, com a estrutura do espaço… Enfim, você só saberá se questionar suas clientes, sabe?

Portanto, realize pesquisas com seu público e peça uma avaliação para cada um desses critérios, mesmo que anonimamente. Isso vai te fornecer um direcionamento muito eficiente.

Gostou de saber mais sobre alguns dos indicadores do varejo que mais vão ajudar sua loja? Então não deixe de observar esses números, seja com a ajuda da tecnologia ou de um profissional especializado.

Veja também: 5 condições de compra especiais para atrair mais clientes

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Depois das festas de final de ano, é o momento de repensar as metas e organizar a casa. Esse processo inclui a organização do guarda-roupa, tarefa que é quase um ritual para muita gente. Afinal, é sup